Unicentro concede o título de Doutor Honoris Causa a Denise Stoklos

No próximo dia 1º de outubro, a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) realiza a cerimônia de outorga do título de Doutor Honoris Causa à autora, diretora e atriz Denise Stoklos. A solenidade terá início às 19h30, no Auditório Denise Stoklos, no Campus de Irati.

Será a primeira honraria do gênero concedida pela Unicentro em seus 23 anos de existência, para reconhecer a enorme contribuição que Denise Stoklos tem proporcionado às artes no Paraná, no Brasil e no exterior.

Honoris causa é uma locução latina, que em português significa “por causa de honra”, usada em títulos honoríficos concedidos por universidades a pessoas que se tenham destacado em determinada área por sua boa reputação, virtude ou mérito. A partir do momento que o título é outorgado a pessoa passa a fazer parte do corpo de doutores da universidade.

Além dos integrantes do Conselho Universitário e do reitor da Unicentro, Aldo Nelson Bona, o evento contará com várias autoridades, como o secretário de Cultura do Paraná, Paulino Viapiana; o prefeito de Irati, Odilon Bugarth; o presidente da Câmara de Vereadores de Irati, Amilton Komnitski e a presidente da Fundação Cultural Denise Stoklos, Luiza Fillus.

A homenageada, natural de Irati, é a criadora do Teatro Essencial.

A homenageada, natural de Irati, é a criadora do Teatro Essencial.

Uma vida para a arte

A homenageada, natural de Irati, começou sua carreira em 1968. Com 45 anos de carreira, Denise é considerada uma das artistas de teatro que mais apresentou sua obra no mundo, tendo passado por mais de trinta países. Suas peças foram representadas em sete idiomas.

Especialista em mímica, Stoklos desenvolveu um estilo próprio de performances solo e criou seu método teatral, chamado “Teatro Essencial”, que visa ter em cena o mínimo possível de efeitos e o máximo de teatralidade.

Festival de Teatro

Na noite do dia 2 de outubro, às 20 horas, também no auditório Denise Stoklos, em Irati, a artista apresentará a peça “Carta ao Pai”, encenada e dirigida por ela, com texto de Franz Kafka.

A montagem teatral trata do filho que discorre sua relação com o pai, que sempre impôs aos filhos sua visão de mundo, despertando um conjunto de emoções conflitantes. A peça gera uma identificação com o povo brasileiro, que anseia por melhores condições de vida, mas segue oprimido  nas mãos dos dirigentes da ordem estabelecida no país.

O espetáculo, com entrada franca, faz parte da segunda edição do Festival de Teatro Denise Stoklos, que terá início no dia 29 de setembro e se estende até 6 de outubro. A programação completa do festival pode ser conferida no link do evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *