Em 2009, foi implantado na Unicentro, o Sistema de Cotas Sociais, para candidatos advindos de instituições públicas de ensino, regulamentado pela Resolução nº 64/2014-GR/UNICENTRO, ratificada pela Resolução nº 44/2014-COU/UNICENTRO.

O Sistema destina-se aos alunos que:

I – tenham cursado integralmente o Ensino Médio em instituições públicas de ensino ou tenham obtido certificado de conclusão com base no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio, ENEM, ou do Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos, ENCCEJA, ou de exames de certificação de competência ou de avaliação de jovens e adultos realizados pelos sistemas de ensino e
II – não possuam curso superior concluído ou não estejam matriculados em curso superior.

No vestibular para o Curso de Tecnologia em Gestão Pública, do total das vagas para concorrência ampla, 20% são destinadas ao Sistema de Cotas Sociais.

Os candidatos inscritos no Sistema de Cotas Sociais concorrem pelas vagas da concorrência ampla e pelas reservadas ao sistema.

Para a composição da lista de classificação geral dos candidatos às vagas para concorrência ampla, são obedecidos, exclusivamente, critérios de desempenho acadêmico nas provas, diferentemente da ordem de seleção e da convocação desses candidatos, que levam em conta a reserva de vagas para o Sistema de Cotas Sociais.

A convocação para o preenchimento das vagas da concorrência ampla, ocorre como segue:

I – primeiramente, os candidatos que obtiverem o melhor desempenho na lista da concorrência ampla (não-cotistas e cotistas), até o limite de vagas previstas para a modalidade;
II – em seguida, os candidatos que obtiverem o melhor desempenho dentre os que optaram pelo sistema de cotas sociais.

Os candidatos interessados em participar do Sistema de Cotas Sociais fazem a sua opção no ato de inscrição do Vestibular.