gciquelero

Inscrições abertas para Programa de Intercâmbio Brasil-Colômbia

A Universidad Católica de Manizales é um dos destinos disponíveis no programa.

A Universidad Católica de Manizales é um dos destinos disponíveis no programa.

A Pró-Reitoria de Ensino da Unicentro (Proen) e o Escritório de Relações Internacionais (ERI) comunicam que estão abertas as inscrições para seleção de estudantes para o Programa de Intercâmbio Brasil-Colômbia, instituído mediante convênio firmado entre a Unicentro e o Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB). Com duração de quatro meses, o período de estudos tem início a partir do segundo semestre de 2016 e as inscrições seguem até o dia 20 de maio.

As inscrições devem ser feitas mediante preenchimento de formulário no site do Bracol 2016. No ato da inscrição, o estudante deve indicar a universidade de destino pretendida e anexar documentos exigidos no edital, clique aqui para acessar.

Para entrar no processo de seleção, o candidato deve ter cursado, no mínimo, o primeiro ano da graduação na Unicentro e apresentar bom rendimento escolar, com média atingindo pelo menos a nota sete, além de possuir nível de fluência suficiente para comunicar-se em língua espanhola.

O programa oferece duas vagas ao todo, uma na Universidad Católica de Manizales e uma na Universidad Pedagógica y Tecnológica de Colombia. Os cursos disponíveis na Universidad Católica de Manizales são: Publicidad, Administración Turística, Arquitectura, Ingenieria Ambiental, Bacteriologia e Enfermeria. Já na Universidad Pedagógica y Tecnológica de Colombia estão disponíveis os seguintes cursos: Ciencias Biológicas, Ciencias Físicas, Ciencias Químicas, Matemáticas, Ingeniería Agronómica, medicina veterinaria y Zootecnia, Artes plásticas, Ciencias Naturales, Ciencias Sociales, Educación Física, Filosofía, Idiomas, Lenguas Extranjeras, Informática Educativa, Música, Preescolar, Psicopedagogía, Enfermería, Medicina, Psicología, Administración de Empresas, Economía Contaduría, Derecho, Ingeniería Ambiental, Ingeniería Civil, Ingeniería Electrónica, Ingeniería Metalúrgica, Ingeniería de Sistemas, Ingeniería de Transporte y Vías, Administración de Empresas Agropecuarias, Administración Industrial, Ingeniería Electromecánica, Ingeniería de Minas, Ingeniería Geológica e Ingeniería Industrial.

Mais informações pelo telefone (42) 3621-1085 (Guarapuava) e (42) 3421-3006 (Irati) ou pelo e-mail mobilidade@unicentro.br.

Renovação de matrículas tem início nesta quarta

Na próxima semana tem início o ano letivo 2016 na Unicentro e, a partir desta quarta-feira, os acadêmicos devem renovar a sua matrícula para assegurar o avanço a série seguinte no curso de graduação.

A renovação deve ser feita por meio do Aluno Online. Em caso de coincidência de horários entre disciplinas em dependência e novas, o aluno precisa fazer a matrícula priorizando as matérias em dependência.

Mais informações na Divisão de Apoio Acadêmico (Diap), pelos telefones (42) 3629-8108 (Cedeteg), (42) 3621-1475 (Santa Cruz) ou (42) 3421-3102 (Irati). O prazo para renovação segue ate o dia 3 de abril.

Programa de intercâmbio para pós-graduação na Polônia está com inscrições abertas

A Universidade Kardynała Stefana Wyszyńskiego , em Varsóvia.

A Universidade Kardynała Stefana Wyszyńskiego, em Varsóvia.

O Núcleo de Estudos Eslavos (Nees) da Unicentro, em parceria com a Fundacja Dzielo Nowego Tysiaclecia, está com inscrições abertas para o Programa de Intercâmbio para Pós-Graduação na Polônia. As bolsas são direcionadas para cursos ofertados na universidades de Warszawski e Kardynała Stefana Wyszyńskiego, sediadas em Varsóvia, capital polonesa.

O público-alvo deste programa de intercâmbio internacional são os graduados, em qualquer área, com ascendência polonesa e que possuam o conhecimento da língua polonesa, no nível B1, do quadro europeu. São quatro bolsas de estudo, com duração de nove meses. As inscrições seguem até o dia 15 de maio. O ano acadêmico polonês inicia em outubro de 2016 e termina em junho de 2017.

A responsável pelas ações da cultura polonesa no Nees, Sônia Niewiadomski, que esteve na primeira edição do projeto, conta que nessa primeira participação da Unicentro é possível também a vinda de acadêmicos poloneses para um intercâmbio na instituição, basta acertar detalhes no financiamento de bolsas e passagens. “Com certeza é possível a vinda de poloneses, porém para essa parceria nós também deveríamos contribuir de alguma forma. Pois a fundação católica oferece bolsas para os candidatos de descendência polonesa, passagens de ida e volta,  ajudam os intercambistas a se instalarem em Varsóvia, acompanham  o estudante e fazem passeios pelo país com os bolsistas”.

Para se inscrever, o interessado deve entrar em contato com o Nees e preencher o formulário. A seguir, deve escrever uma carta de motivação e providenciar cópia do diploma de graduação, documento comprovando descendência e a carta de recomendação de um padre.

Mais informações no Núcleo de Estudos Eslavos, pelo e-mail: nees.unicentro@gmail.com ou pelo telefone (42) 3621-3151.

Emerging Leaders in the Americas Program (ELAP) oferece bolsas de estudos no Canadá

A Universidade de Saskatchewan é uma das instituições conveniadas com a Unicentro.

A Universidade de Saskatchewan é uma das instituições conveniadas com a Unicentro.

O Escritório de Relações Internacionais (ERI) da Unicentro prorrogou as inscrições para acadêmicos interessados em participar do ELAP (Emerging Leaders in the Americas Program). O programa contempla bolsas de curta duração para estudantes de graduação, mestrado e doutorado que tenham interesse em estudar ou realizar sua pesquisa no Canadá.

O objetivo do programa é favorecer o aperfeiçoamento dos recursos humanos de uma nova geração de líderes nas Américas, ao mesmo tempo em que consolida as relações entre as instituições de ensino superior brasileiras e canadenses.

Toda documentação necessária e requisitos estão disponíveis no site da International Scholarships, clique aqui para acessar. As inscrições encerram no dia 29 de abril, mas para o processo interno da Unicentro segue até o dia 1º de abril, prazo para que o Escritório de Relações Internacionais encaminhe a documentação necessária para as universidades canadenses conveniadas.

Para mais informações sobre o programa, bem como para envio de inscrições e documentação, o candidato deve entrar em contato com o ERI, pelo e-mail eriunicentro@gmail.com, com o assunto “ELAP 2016 [Nome do acadêmico]”, e anexar cópia em pdf do histórico escolar emitido pelo Aluno Online (alunos de graduação) ou pelo Programa ou Diretoria de Pós-Graduação.

Inscrições abertas para ingresso de portadores de diploma e transferência externa

Estão abertas as inscrições para ingresso como portadores de diploma de curso superior e transferência externa, conforme edital publicado pela Diretoria Acadêmica (Dirac), na última quarta-feira (25). Ao todo, são 1.300 vagas nas oito unidades universitárias da Unicentro.

As inscrições devem ser realizadas nos protocolos dos campi Santa Cruz, Cedeteg e Irati ou nos protocolos dos campi avançados de Chopinzinho, Coronel Vivida, Laranjeiras do Sul, Pitanga ou Prudentópolis, até o dia 1º de abril. Lá, o interessado deverá preencher o requerimento e pagar uma taxa no valor de R$ 50.

O número de vagas em cada curso, série e campi, além da documentação necessária para cada caso, estão disponíveis no edital, publicado no site da Pró-Reitoria de Ensino (Proen), para acessá-lo clique aqui.

A prioridade para ocupação das vagas é do portador de diploma. Após a seleção para ingresso como portador de diploma de curso superior, as vagas remanescentes serão preenchidas pelos candidatos interessados em transferência externa.

Serão aceitos os candidatos que, após efetuado o aproveitamento de estudos, sejam enquadrados em série onde haja vaga. Caso o número de candidatos seja superior ao número de vagas, haverá processo seletivo definido pelo departamento pedagógico ao qual o curso está vinculado no caso de portadores de diploma. Para candidatos oriundos de outras instituições, o desempate obedecerá aos critérios de maior número de disciplinas aproveitadas e o número de protocolo mais antigo.

Especialização em Assessoria de Comunicação, Negócios e Transmídias está com inscrições abertas

Clique na imagem para ver a grade completa do curso.

Clique na imagem para ver a grade completa do curso.

Enfatizar o desenvolvimento de estratégias de comunicação para empresas, organizações e instituições públicas, com esse objetivo o Núcleo de Pós-Graduação da Unicentro oferta pela primeira vez o curso de especialização em Assessoria de Comunicação, Negócios e Transmídias.

O curso é presencial, com aulas às sextas e sábados, totalizando uma carga de 375 horas. O público-alvo é formado por profissionais, docentes e pesquisadores que atuam ou pretendem atuar em áreas relacionadas à comunicação, sejam formados nos curso de Relações públicas, Rádio, TV, Jornalismo, Design, Publicidade e Propaganda ou Marketing – além de cursos como Administração, Secretariado Executivo, Letras, entre outros que possam se envolver em Assessorias de Comunicação e com o campo da Transmídia.

Na formação, o acadêmicos terão contato com o desenvolvimento de conhecimentos em comunicação, habilidades e atitudes voltadas para o mercado de assessoria de comunicação e para a comunicação corporativa, seja em empresas, no governo, nas instituições do terceiro setor ou nas prestadoras de serviço.

Para se inscrever, basta acessar o site da Especialização 2016 da Unicentro. As inscrições seguem até o dia 31 de março.

“Elas por Elas” é o tema do Sábados Literários 2016

Realizado em Irati, o projeto chega a 4ª edição.

Realizado em Irati, o projeto chega a 4ª edição.

O projeto de extensão Sábados Literários chega a sua quarta edição, e neste ano, traz como tema “Elas por Elas”, uma homenagem à mulheres escritoras. O primeiro encontro será no dia 12, a partir das 14h, no Bosque da Leitura (Rua Alfredo Bufren, 334). A primeira autora a ser apresentada é a indiana Anita Desai, pela professora Ana Beatriz Paula, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

O coordenador do projeto, Edson Santos Silva explica que o tema nasceu, principalmente, em função da polêmica que causou a questão da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no ano passado, com a frase de Simone de Beauvoir: “Não se nasce mulher, torna-se”.

“Por conta da celeuma que aconteceu em 2015, pensei que seria muito bom darmos visibilidade às mulheres neste ano, por uma série de fatores. Primeiro porque elas são protagonistas desde sempre, as mulheres precisam ser reconhecidas, e no mundo literário sempre houve essa dificuldade das mulheres publicarem, de serem alçadas no Olimpo que elas merecem. Se você parar para pensar, a literatura do mundo nasce com a poesia. A literatura portuguesa nasce com as cantigas de amor e de amigo, e a historiografia diz que neste período só os homens escreviam. Eu duvido, porque as mulheres sempre escreveram”, observa.

Para o professor, o Sábados Literários será um momento de reconhecimento ao feminino, porque além de somente serem apresentadas escritoras neste ano, apenas mulheres foram convidadas para proferir as palestras. “Realmente é colocar em cena a questão de gênero que é muito forte no âmbito da literatura, e nós vamos contar com nomes muito importantes nessa área”, complementa.

A programação do projeto neste ano está bastante diversificada e contempla autoras de diferentes nacionalidades. Confira:

12 de março – Anita Desai (Índia): professora Drª. Ana Beatriz Paula (UFPR);

30 de abril – Escritoras Polonesas: professora Drª. Aleksandra Piasecka-Till (UFPR);

28 de maio – Marina Colasanti (Brasil): professora Drª. Regina Chicoski (Unicentro);

25 de junho – Paulina Chiziane (Moçambique): professora Drª. Cristina Maria Paes dos Santos (Unicentro);

27 de agosto – Sophia de Mello Brayner Andresen (Portugal): professora Drª. Maria Natália Ferreira Thimóteo (Unicentro);

24 de setembro – Marguerite Duras (França): professora Drª. Raquel Terezinha Rodrigues (Unicentro);

01 de outubro – Mesa Redonda: Literatura e Gênero
– Drª. Cleide Antonia Rapucci (Unesp – Assis)
– Drª. Flávia Maria Corradin (USP)
– Drª Alleid Machado (USP – Machenzie)
– Drª. Marlise Vaz Bridi (USP – Machenzie)

29 de outubro – Luzilá Gonçalves Ferreira (Brasil): professora Drª. Marileia Gartner (Unicentro).

Pró-reitores são os convidados da terceira etapa da série de entrevistas que tem início hoje

As entrevistas na íntegra podem ser conferidas, diariamente, na Unicentro WebTV e na Unicentro FM

A primeira entrevistada dessa nova etapa é a pró-reitora de Administração e Finanças, professora Eliane Horbus.

A primeira entrevistada dessa nova etapa é a pró-reitora de Administração e Finanças, professora Eliane Horbus.

O Editorias Unicentro 2ª edição, transmitido de segunda a sexta-feira, ao meio-dia com reprise às 16h, pela Unicentro FM, e a Unicentro WebTV apresentam, a partir dessa segunda (7), a terceira e última etapa da série de entrevistas com os membros da Administração Central da Unicentro para o quadriênio 2016-2020.

Depois de conversar com o reitor e com o vice-reitor, respectivamente, professores Aldo Nelson Bona e Osmar Ambrósio de Souza, eleitos por voto direto em 2015 e reconduzidos ao cargo no último mês de fevereiro, e com os novos diretores dos campi universitários – Ademir Fanfa Ribas (Santa Cruz), Afonso Figueiredo Filho (Irati) e Fábio Hernandes (Cedeteg) -, também definidos em eleição com a comunidade universitária, agora é a vez dos pró-reitores.

A primeira a ser ouvida, hoje (7), é a nova pró-reitora de Administração e Finanças, professora Eliane Horbus. Amanhã (8), a convidada é a professora Regina Padilha, que desde o ano passado está a frente a pró-reitoria de Ensino. Nossa terceira entrevistada (quarta, 9) é a professora Elaine Maria dos Santos que, depois de seis anos como Diretora de Extensão, assumiu, em fevereiro, a pró-reitoria de Extensão e Cultura. Já quinta-feira (10) receberemos Marcos Ventura que, depois de três anos à frente da pró-reitoria, foi mantido na Pesquisa e Pós-Graduação. Na sexta (11) é a vez do novo pró-reitor de Planejamento, professor Gilberto Franco. Por fim, encerrando a série na segunda-feira (14), o entrevistado é Robson Ferrás, mantido na pró-reitoria de Recursos Humanos.

Clique aqui para acessar a Unicentro WebTV e conferir as entrevistas já publicadas.

Bom Negócio Paraná está com inscrições abertas para turmas presenciais

O Programa Bom Negócio Paraná, através do Núcleo da Unicentro – Guarapuava, vai oferecer capacitação na modalidade presencial para formais e informais empreendedores em três cidades: Chopinzinho, Guarapuava e Pitanga. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas na Sala do Empreendedor de Chopinzinho (Anexo a Agência do Trabalhador), em Guarapuava na Agência do Empreendedor (Anexo a Prefeitura) e em Pitanga, na Secretaria da Industria, Comércio e Turismo, na Agência do Trabalhador ou no Centro de Eventos da Pedreira.

O início das aulas nas três cidades acontecerá a partir da segunda semana de março, de acordo com o número de inscritos, podendo haver prorrogação nas cidades que não atingirem o minimo necessário. Cada turma oferece de 35 a 50 vagas.

Bom Negócio Paraná

O Bom Negócio Paraná é um programa que oferece cursos gratuitos de capacitação gerencial de 66 horas. Os cursos são ofertados nas modalidades presencial e a distância (EAD), pelas Universidades Estaduais do Paraná, em parceria com órgãos municipais. Com informações especializadas em gestão, o empreendedor poderá desenvolver seu negócio ou começar um novo.

O programa tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do estado do Paraná, fomentando a sustentabilidades das comunidades através do apoio à micro, pequena e média empresa. O programa visa o crescimento destes negócios para a geração de emprego e renda da população.

Durante o curso são ministrados cinco módulos: Gestão de Negócios, Gestão Comercial, Gestão Financeira, Gestão de Pessoas e Gestão Estratégica. Os alunos empreendedores recebem como material de apoio uma apostila com todo o conteúdo. O público-alvo da capacitação são micro, pequenos, médios empresários e microempreendedores individuais (MEI) formalizados ou não, mas o curso é aberto a todo cidadão que tenha interesse nas áreas ofertadas.

Os benefícios que o curso proporciona são variados como, por exemplo, gestores qualificados, criação de redes de contatos profissionais, atualização do conhecimento, conhecimento de mercado, elaboração de planejamento estratégico de empreendimento, entre outros, além de consultoria gratuita e a ampliação da possibilidade de obtenção de linhas de crédito junto de baixo custo do Banco do Empreendedor, da Fomento Paraná. Os juros do Banco do Empreendedor estão entre os mais baixos do país, de 0,51% a 1,07% ao mês e as faixas de financiamento variam de R$ 300 a R$ 3 milhões, de acordo com a capacidade de cada empresário. O prazo de pagamento vai de 12 a 60 meses.

Comunidade acadêmica se une em dia D contra o mosquito Aedes Aegypti

Mobilização no campus de Irati.

Mobilização no campus de Irati.

Dia D, termo usado para expressar o dia em que um ataque ou uma operação de combate será iniciada. No caso da Unicentro, a operação de combate foi iniciada ontem (1º) e o grande alvo: o mosquito Aedes Aegypti, causador de doenças como febre amarela, dengue, zica vírus e chikungunya.

A ideia foi envolver toda a comunidade acadêmica dos campi de Guarapuava e Irati, para que juntos, acadêmicos, funcionários e professores, desenvolvessem atividades com o objetivo de identificar e eliminar possíveis criadouros do mosquito. Por isso as ações de prevenção e conscientização foram realizadas nos três campi da universidade.

Campus de Irati

Em Irati, a direção do campus designou duas equipes do setor de manutenção para percorrer toda a unidade a fim de elaborar um diagnóstico de possíveis problemas que possam favorecer o desenvolvimento do mosquito.

Segundo o diretor do campus Irati, Afonso Figueiredo Filho, a partir do diagnóstico será definida uma estratégia de ação envolvendo professores, funcionários e acadêmicos. Alguns locais no campus que podem acumular água receberão atenção especial, como aqueles em que há bastante vegetação e no entorno das obras.

“A partir desse levantamento pensaremos em como fazer o combate. Como estamos num momento difícil de provas e de final de período, no início de abril já com os calouros queremos envolver todos os estudantes numa mobilização pelo campus e trabalhar a conscientização. Também, na medida do possível, incluir os alunos nos movimentos da cidade e da região. Esse é um momento de união de forças, o problema é grande e realmente precisamos nos juntar à comunidade para estender esse combate a toda região”, afirmou Afonso.

Campus Cedeteg

Setores no campus Cedeteg também rece

Setores no campus Cedeteg receberam a visita dos diretores e receberam o selo SLA.

No campus Cedeteg as atividades iniciaram pela manhã. Alunos da disciplina de saúde coletiva do curso de enfermagem confeccionaram cartazes orientando sobre os cuidados que devem ser tomados e organizaram uma roda de conversa com os agentes responsáveis pela limpeza e pela manutenção do local. “Percebemos que eles têm um maior contato com os locais que podem ser criadouros do mosquito. Fizemos esse trabalho de orientação porque entendemos que nossa função, enquanto acadêmicos de enfermagem, não é apenas estudar, mas também passar ao próximo um pouco do que aprendemos”, afirmou a acadêmica Andrielle Leite.

É preciso que cada um faça a sua parte. Foi por isso que seo Adão dos Santos, funcionário da manutenção no campus Cedeteg, ficou atento às dicas repassadas pelos acadêmicos e garantiu que ele e seus colegas estão comprometidos com a luta contra o mosquito. “Estamos de olho. Podem contar conosco para o que for preciso”, disse.

Além das atividades organizadas pelos acadêmicos de enfermagem, os diretores Fábio Hernandes e Adriana Knob também visitaram alguns setores do campus. Os locais que não apresentaram nenhum risco de proliferação do mosquito, receberam o selo SLA, de Setor Livre de Aedes. “Esperamos que até o final desta semana todos os setores tenham o seu adesivo. Acreditamos que isso possa ser um incentivo ainda maior para que cada setor esteja bem cuidado. Sabemos que combater o Aedes Aegypti é uma prioridade para o nosso país, e nós temos que fazer a nossa parte”, afirmou Fábio.

Campus Santa Cruz

Diretor do campus Santa Cruz distribuí os selos para os setores livres de focos.

Diretor do campus Santa Cruz distribuí os selos para os setores livres de focos.

No campus Santa Cruz, a ação da diretoria é também uma ação de todos os departamentos. Durante a tarde de ontem, o diretor de campus Ademir Fanfas Ribas, acompanhado da vice, Cris Lima, passou pelos setores e departamentos explicando a campanha e a necessidade da prevenção para a comunidade acadêmica. Além disso, também foram distribuídos adesivos recomendando cada um fazer a sua parte e fixamos os selos SLA nos lugares que estão protegidos do aedes.

Ademir reforçou a importância da campanha, não só dentro da universidade, mas que ela faça a diferença lá fora. “Nós fizemos um mutirão com os nossos funcionários para que pudessem evitar qualquer tipo de foco desse mosquito. Essa é uma parte feita na nossa universidade, nosso local de trabalho, mas também não podemos esquecer de fazer nas nossas casas. Se cada um fizer a sua parte, tenho certeza que a gente consegue ganhar essa batalha contra o mosquito”, declarou Ademir.

Redes Sociais

            

Banco de Imagens

Busca de Imagens

Boletins Informativos 99,7

Revista Periódika

Rádio Universitária

Pesquisas

Assine nossa Newsletter

Para assinar nossa newsletter, simplesmente digite seu endereço de email abaixo. Um email de confirmação será enviado a você!