PROGRAMAS INSTITUCIONAIS DE PESQUISA VOLTADOS AOS DISCENTES

A UNICENTRO mantém, juntamente com o CNPq e a Fundação Araucária, nove programas de bolsas e 1 programa voluntário de Inicação Científica voltado a alunos de graduação e do ensino médio e fundamental. Também mantém, jutamente com CNPq e CAPES, um programa de graduação sanduiche no exterior voltado para alunos de graduação. Ao total são disponibilizadas anualmente cerca de 334 bolsas. Abaixo se encontra a descrição de cada um destes programas.

1. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, PIBIC CNPq
Trata-se de um programa desenvolvido em parceria com o CNPq, órgão financiador, que oferece bolsas para acadêmicos que estão envolvidos em projetos de pesquisa sob a responsabilidade de um professor pesquisador (orientador). O objetivo é ampliar o contato do aluno com as bases da metodologia científica, aprimorando assim, a sua formação acadêmica. São concedidas bolsas com duração de doze meses.

2. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, PIBITI CNPq
Trata-se de um programa desenvolvido em parceria com o CNPq, órgão financiador, que oferece bolsas para acadêmicos que estejam envolvidos em projetos de pesquisa sob a responsabilidade de professor pesquisador. O objetivo é estimular os jovens do ensino superior nas atividades, metodologias, conhecimentos e práticas próprias ao desenvolvimento tecnológico e processos de inovação. São concedidas bolsas com duração de doze meses.

3. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – Ações Afirmativas CNPq, PIBIC-Af 
Este Programa é resultado de uma parceria entre Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Ministério da Ciência e Tecnologia – CNPq / MCT e a Subsecretaria de Políticas de Ações Afirmativas da Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República – SUBPAA / SEPPIR-PR. O objetivo é ampliar a oportunidade de formação técnico-científica pela concessão de bolsas de IC para os alunos do ensino superior, cuja inserção no ambiente acadêmico ocorreu por uma ação afirmativa no vestibular.

4. Programa de Apoio a Iniciação Científica, PAIC Fundação Araucária
Trata-se de um programa de apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico para alunos de graduação, envolvidos em projetos de pesquisa de em professor pesquisador (orientador), com o objetivo de despertar o interesse para a pesquisa científica e tecnológica e maior envolvimento acadêmico profissionalizante. São concedidas bolsas conforme demanda estadual com duração de doze meses.

5. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – Ações Afirmativas Fundação Araucária, PAIC Af
O Programa busca incentivar ações de mobilização e sensibilização de Instituições Públicas de Ensino Superior e privadas sem fins lucrativos, de utilidade pública, sediadas e com CNPJ do Estado do Paraná. Com vistas à implementação de políticas de inclusão social e articulação da produção e difusão do conhecimento com o acesso e permanência de estudantes oriundos de escolas públicas e estudantes afrodescendentes, para as Instituições que adotam sistema de reserva de vagas no vestibular.

6. Programa de Bolsa de Iniciação Científica da UNICENTRO, BIC
Trata-se de um programa mantido com recursos próprios da UNICENTRO. Este é destinado a propiciar condições favoráveis ao desenvolvimento e ao desempenho de atividades de pesquisa, por estudantes da graduação, como parte da Iniciação Científica na Instituição, com os mesmos objetivos dos programas anteriores. São concedidas bolsas com duração de doze meses.

7. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, BITI UNICENTRO
Trata-se de um programa mantido com recursos próprios da UNICENTRO, que oferece bolsas para acadêmicos que estejam envolvidos em projetos de pesquisa sob a responsabilidade de professor pesquisador. O objetivo é estimular os jovens do ensino superior nas atividades, metodologias, conhecimentos e práticas próprias ao desenvolvimento tecnológico e processos de inovação. São concedidas bolsas com duração de doze meses.

8. Programa Ciência sem Fronteiras – Graduação Sanduíche no Exterior, CNPq/CAPES
O Programa Ciência sem Fronteiras visa a formação de recursos humanos altamente qualificados nas melhores universidades e instituições de pesquisa estrangeiras, com vistas a promover a internacionalização da ciência e tecnologia nacional, estimulando estudos e pesquisas de brasileiros no exterior, inclusive com a expansão significativa do intercâmbio e da mobilidade de graduandos e graduados.

9. Programa de Iniciação Científica Voluntária, ICV 
Este programa destina-se à acadêmicos interessados em desenvolver atividades de Iniciação Científica, Tecnológica e Educacional, mas sem a concessão de bolsas. Caracteriza-se pelos mesmos objetivos dos programas anteriores e com a duração de doze meses, expedindo ao aluno um certificado de desenvolvimento das atividades, de acordo com regulamentação própria.

10. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio, PIBIC-EM CNPq
É um programa desenvolvido em associação com o CNPq. Oferece bolsas aos estudantes do ensino médio e profissional com a finalidade de contribuir para a formação de cidadãos plenos, conscientes e participativos, além de despertar vocação científica e de incentivar talentos potenciais, mediante sua participação em atividades de educação científica e/ou tecnológica, orientadas por pesquisador qualificado. Possui duração de doze meses.

11. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, PIBIC-Jr Fundação Araucária
É um programa desenvolvido em associação com o CNPq, Fundação Araucária e UNICENTRO. O Programa destina-se a concessão de bolsas a alunos da 6º ao 8º série/ano do Ensino Fundamental II, do 2º e/ou 3º ano do Ensino Médio ou de Educação Profissional, regularmente matriculados em Escola Pública ou Privada, sem fins lucrativos e de utilidade pública, localizada no Estado do Paraná, para desenvolvimento de atividades vinculadas a iniciação científica ou tecnológica. Desta forma, tem como meta ampliar a articulação existente entre o Ensino Superior, o Ensino Fundamental e o Ensino Médio, oportunizando uma parceria eficaz para a melhoria da qualidade do ensino em seus diferentes níveis e na formação de futuros profissionais.